quarta-feira, junho 21, 2006

Hue, Vietname


Hue, Vietname
Originally uploaded by lobossemestepes.
A terminar, a geometria do bonsai.

5 Comments:

At 3:07 da tarde, Blogger post_it said...

Olá amigos!
Tenho pensado muito em vocês e até me aparecem em sonhos :- ) Estão quase de regresso?
Beijinhos

 
At 1:57 da tarde, Blogger av_pm said...

Quase, quase amiga!
Domingo (dia 16) deveremos aterrar por esses lados, se tudo correr como previsto.
(E os sonhos são bons?)
Beijos grandes

 
At 7:01 da tarde, Blogger post_it said...

Oi amigos!
Os meus sonhos são um misto de alegria por vos ver e tristeza por saber que já não estão algures no mundo!
:- ) DOMINGOOOOOOOOOOOOOO está quase!
beijinhos

 
At 5:23 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Olá.
Soube da existência do vosso blog através de um amigo que conhece uma das pessoas que teve a sorte/felicidade/mérito de participar nessa epopeia que os transportou pelo mundo. Ao contrário da maioria das pessoas, o meu sentimento em relação aos meses que passaram fora do país não foi de inveja, mas sim de curiosidade, já que vocês foram os meus "olhos" na Ásia, Oceânia e América do Sul. Tive pena de, a partir de determinada altura, ter deixado de ler as vossas excelentes e bem escritas crónicas (o Gonçalo Cadilhe que se cuide) mas compreendo as razões. No entanto, gostava de saber se já regressaram e se correu tudo bem. E não sou o único. Ainda nestas férias, em conversa com um amigo meu, que não vos conhece, mencionei o vosso blog que, curiosamente, ele também conhecia. Afinal, apesar de terem precisado de uns meses para o percorrer, o mundo é bem pequeno.

 
At 6:20 da tarde, Blogger av_pm said...

Olá anónimo,
Creio que não imagina o quanto nos surpreendemos quando lemos mensagens como a sua. Primeiro estranhamos, depois ficamos um bacadinho envergonhados e depois acusamos o peso da responsabilidade de termos sido os "olhos" de alguém que não conhecemos.
Também nós ficámos com pena de não termos conseguido continuar os nossos relatos aqui no blog. Mas trazemos connosco todas as histórias escritas (à mão... em cadernos pautados comprados aqui e ali) e muitas fotografias. Talvez nos dediquemos a revê-las para as podermos partilhar. Logo se vê.
Entretanto, já regressámos. A viagem correu bem e, neste momento, matamos saudades da família e amigos.
Agradecemos-lhe, sinceramente, esta sua mensagem. Numa altura em que nunca ninguém tem tempo para coisa alguma, é muito bom perceber que alguém viajou -- nem que seja um pouquinho apenas -- com a nossa ajuda.

 

Enviar um comentário

<< Home